Rádio Universidade AM

A recente divulgação pelo IBGE dos dados recolhidos nas Esta 2799

A recente divulgação pelo IBGE dos dados recolhidos nas Estatísticas do Século XX serviu para melhor balizar, daqui para a frente, as recorrentes discussões acadêmicas sobre a realidade brasileira.

            No século passado, na economia brasileira, o Produto Interno

Bruto (PIB) multiplicou-se cem vezes , o que transformou o Brasil no

país que mais cresceu naquele período, destaca, na abertura da

publicação, o economista Celso Furtado.

            O ritmo mais intenso de crescimento ocorreu entre 1920 e 1980, quando o PIB praticamente dobrava a cada duas décadas

            Mas, ao lado daquelas inegáveis conquistas, descobriuse que a

desigualdade entre os brasileiros de maior e menor renda, que sempre

foi considerável , aprofundou-se ainda mais. Em 1960, os 10% mais ricos

da população embolsavam uma renda que correspondia a 34 vezes a renda

reunida dos 10% mais pobres. Quarenta anos depois, a diferença tinha

subido para 46 vezes.

            Um dos fatores que mais concorreu para a concentração da

renda brasileira foi a inflação, que chegou, nos cem anos do século XX, à

astronômica cifra de um quintilhão. A média anual da inflação no

período foi de 45%.

            O estudo do IBGE mostra que o Brasil sofreu mudanças

profundas em poucas décadas, em especial entre os anos 40 e 70. A

industrialização acelerada - processo que ficou conhecido como

substituição de importações - desencadeou, em uma ponta, a formalização

do emprego e, na outra, o êxodo rural, além de favorecer o surgimento

dos sindicatos. O mais importante meio de arrecadação do governo, nos

ano s 4 0 e 50, era justamente o imposto de importação. Em 1949, a

agricultura tinha uma participação de 44% no PIB. Trinta anos depois, em

1980, sua parcela tinha caído para 9,8%, patamar no qual se manteve

estável pelo resto do século XX. Essa mudança levou a um êxodo rural de

bíblicas proporções. Os moradores das cidades, que, em 1940,

correspondiam a apenas 31% dos brasileiros, chegaram, ao final do século

XX, a 81%. Enquanto isso, a população brasileira praticamente se

decuplicou, saltando de 17,4 milhões, em 1900, para 169

milhões no ano 2000.Lourenço Cazarré. In: UnB Revista, ano IV, n.º 9, dez./2003 - mar./2004 (com adaptações)Considerando as informações e os dados estatísticos apresentados no texto II, julgue os itens que se seguem.Com relação à educação , de acordo com os dados estatísticos apresentados, ocorreu, no período 1933-1970, a massificação do ensino médio, seguida de um grande aumento da população universitária.

Questão no QuestionsOf: A recente divulgação pelo IBGE dos dados recolhidos nas Esta 2799

Questões similares